Economista Peter St Onge destaca uma possível “recessão oculta nos EUA”

De acordo com o renomado economista Peter St Onge, a taxa de inflação oficial desde a pandemia da Covid-19 foi de cerca de 21%, mas esse número pode subestimar o verdadeiro impacto. O relatório do economista destaca como os preços dos cardápios de fast food aumentaram de 35% a 50%, e alguns recibos de supermercado sugerem um aumento ainda maior. St Onge observa que, se a inflação for realmente de 35%, isso implicaria que o PIB não cresceu nada desde antes da pandemia, o que poderia colocar a economia em uma recessão por quase cinco anos.

St Onge argumenta que os números oficiais podem estar mascarando a recessão ao apresentar o aumento dos preços dos ativos como crescimento econômico. “A ideia parece absurda – ela me chocou”, escreve ele. “Mas, historicamente, as depressões inflacionárias são difíceis de serem vistas pela simples razão de que os preços dos ativos aumentam antes dos preços ao consumidor. Os ricos continuam gastando, já que suas ações subiram e os preços de suas casas subiram – parece familiar?”

St Onge também aponta para sinais de uma depressão oculta, traçando paralelos com exemplos históricos como a hiperinflação de Weimar. Ele observa que os preços dos ativos geralmente aumentam antes dos preços ao consumidor, levando os ricos a continuar gastando apesar do declínio econômico mais amplo. “Quando os números oficiais são mentirosos, ficamos com pontos de dados e anedotas como dívidas recordes de cartão de crédito, dificuldades financeiras entre a classe média, redução da qualidade de vida”, explica.

Além disso, St Onge sugere que até mesmo o PIB pode ser uma ilusão, pois ele conta os gastos do governo como produção. Ele argumenta que esses gastos não tornam o país mais rico, mas sim mais pobre, pois os recursos físicos são desperdiçados. St Onge adverte que, se os números reais forem piores do que os divulgados, a economia pode estar caminhando para uma depressão propriamente dita, impulsionada por gastos governamentais fora de controle e impressão de dinheiro pelo Federal Reserve.

Artigo escrito por Jamie Redman, publicado em News.Bitcoin.com e traduzido por Rodrigo


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Lei sancionada por Lula pode aumentar os custos com autoescola

O presidente Lula sancionou na última quarta-feira, 15, a lei 14.92/24, que estabelece a idade máxima dos veículos destinados à formação de condutores. Tal medida poderá aumentar os custos das autoescolas, já que elas precisarão trocar os veículos utilizados nos cursos de condução com mais frequência. A lei A lei 14.92/24 estabelece a idade máxima […]

Leia Mais
Economia

Isenção do imposto sobre a carne é derrota de Lula, e não sua vitória

Após a inclusão da carne bovina entre os alimentos isentos de impostos ser aprovada no Congresso, Haddad se manifestou afirmando que a decisão seria uma vitória do presidente Lula. No entanto, falas anteriores de Lula sobre tributar carnes nobres mostram que isso não era uma pretensão do petista. Carne isenta de impostos Na última quarta-feira […]

Leia Mais
Economia

Superpopulação: Um Mito Antigo Refutado

O príncipe Philip disse certa vez: “Caso eu reencarne, gostaria de voltar como um vírus mortal, para contribuir de alguma forma para resolver o problema da superpopulação”. O falecido Duque de Edimburgo faleceu em 2021, mas o sentimento histérico que ele expressou sobre a superpopulação continua vivo. Uma pesquisa da YouGov revelou que as preocupações […]

Leia Mais