segunda-feira, agosto 26, 2019
Início Tags Escola Austríaca

Tag: Escola Austríaca

Bens, escassez e não escassez

Artigo escrito por Jeffrey Tucker e Stephan Kinsella acerca do caráter de bens e propriedades, a existência e a centralidade de bens não-escassos.

Praxeologia EP05 | Ação racional

Nesta lição vamos falar porque é inapropriado se referir a ação de outra pessoa como irracional.
video

Praxeologia EP02 | Metodologia

Nesse episódio vamos ilustrar os métodos da Escola Austríaca.
video

Praxeologia EP01 | Piloto

Praxeologia é uma estrutura para entender o comportamento propositado dos seres humanos.

BETTINA DA EMPIRICUS SOBRE O BITCOIN E O GRANDE ERRO DOS INVESTIDORES

Introdução Recentemente Bettina, que ficou famosa na internet por seu vídeo na Empiricus, onde alega que, apenas com aplicações nos portfólios da empresa, transformou R$ 1.520,00 em mais...

O Historiador Libertário EP02 | O REVISIONISMO HISTÓRICO – Por Ezequiel Luiz

No meio acadêmico o revisionismo histórico é visto como perigoso. Por perigoso, eles subentendem como uma forma de injustiçar a história. Lógico que isso faz parte das idéias de indivíduos que seguem uma ideologia...

Humanitarismo Dialético

Para explicar o libertarianismo geralmente o ponto usado é o ético, mas já se passou pela sua cabeça que uma boa parte das pessoas não consegue assimilar-lo? Neste artigo vem uma reflexão aos libertários sobre isso, leia e confira !

Três pilares da economia austríaca

A tradição herdada e repassada por Mises fundamenta a ciência econômica como uma ciência apriorística [1]. Da praxeologia estuda-se a ação. Do estudo minucioso da ação, através de um individualismo metodológico [2], utiliza-se da dedução para que seja possível descobrir, analisar e avaliar as leis econômicas, dos impactos das ações, ao que remete a economia.

Teoria Austríaca dos Ciclos Econômicos (TACE) | por Daniel Campos

A TACE é uma teoria desenvolvida por Mises e uma das suas grandes contribuições ao entendimento econômico atual. No entanto, para entendermos o que essa teoria realmente é, devemos entender melhor o argumento marginalista que ele faz em "A Theory of Money and Credit", que é o livro em que ele aplica os princípios marginalistas aos meios de troca e, para os que não estão familiarizados, precisamos primeiro explicar o que é essa teoria marginalista, que por sua vez vem da teoria do valor subjetivo.

A superioridade absoluta do Mercado

O Estado consegue afetar o mercado em geral – incluso a moeda –, genericamente dizendo, de quatro maneiras distintas: através da taxação, da regulamentação, da estatização – ou criação de estatais - ou da abolição total de cada setor do mercado.
2,489FãsCurtir
4,099SeguidoresSeguir
193InscritosInscrever