O projeto Libra do Facebook continua a atrair a atenção dos bancos centrais e reguladores.

Antes do anúncio do Facebook, os bancos centrais globais não estavam muito interessados ​​em regular as criptomoedas, acreditando que elas fossem muito insignificantes para representar um risco para o sistema financeiro, escreve a Reuters. No entanto, com o projeto Libra em andamento, reguladores têm mostrado maior interesse no novo token.

Vários bancos centrais europeus e reguladores dizem esperar por mais detalhes da Libra. A Autoridade de Conduta Financeira (Reino Unido) admite que atualmente não há informações suficientes sobre o projeto de criptomoeda do Facebook, portanto é improvável que consigam um avanço facilmente sem o compartilhamento de mais informações.

“Eles não vão passar por uma autorização sem isso”, disse o presidente-executivo da FCA, Andrew Bailey.

Da mesma forma, Domenico Gammaldi, chefe de mercado e sistema de pagamento do Banco da Itália, também pediu por mais detalhes sobre a Libra.

Enquanto isso, o presidente do Banco da França, François Villeroy de Galhau, espera que Libra respeite regulamentações contra a lavagem de dinheiro. Ele também disse que os patrocinadores de Libra devem buscar uma licença bancária se oferecerem certos serviços. Como a França está atualmente presidindo o Grupo dos Sete (G7), também está planejando criar uma força-tarefa para estudar Libra.

O Banco de Compensações Internacionais (BIS) também expressou suas preocupações sobre Libra, dizendo que isso poderia prejudicar o setor bancário.

Leia também o que outros políticos e reguladores comentaram acerca da criptomoeda do Facebook clicando aqui.

Fonte: The Block Crypto